Você precisa entender seu chefe antes que ele te entenda

Pode até parecer um pouco hostil, mas a regra para trabalhar o relacionamento com seu chefe é exatamente esta. Sem exageros, um bom relacionamento profissional seja com seu superior ou seus colegas de equipe deve começar pelo bom senso de ambos para conhecer, respeitar e compreender uns aos outros.

Não há como fugir, tudo que começa errado até pode terminar certo, mas com certeza até isso acontecer muito stress, desgaste e confusão serão enfrentados ao longo do caminho e para evitar este desconforto, vou dar algumas dicas que para mim, hoje com muito mais maturidade, posso afirmar que foram extremamente importantes para me posicionar e trabalhar meus relacionamentos profissionais.

Certa vez (desculpem, mas não sei dizer onde foi!), eu li uma frase que dizia: “Você deve entender seu chefe, antes que ele te entenda” e isso ficou na minha cabeça e sempre que aparecia algum tipo de obstáculo ou problemas de entendimento em minha comunicação com meus superiores era a primeira coisa que me vinha á mente. Comecei então á aplicar esse pensamento diariamente e posso garantir que, NUNCA tive nenhum problema, pelo contrário, isso só me fez amadurecer minha maneira de enxergar as coisas e para colocarmos isso de uma maneira mais prática e para que todos compreendam, vamos citar um exemplo clássico, facilmente encontrado na grande maioria das empresas:  O chefe que “atira e depois pergunta”.

Sejam novos chefes, que começam á trilhar o tortuoso caminho da gestão de pessoas ou os mais antigos e experientes (Eles acham que são, claro!), não é nada fácil, quando se tem uma posição de chefia, ter que lidar com egos, personalidades, gênios diferentes, grandes responsabilidades e muita cobrança e com certeza é necessário, muito controle emocional e uma boa dose de ânimo. Porém, muitas vezes no meio de uma situação atípica, o chefe perde o controle e antes de ponderar já atira no primeiro que estiver na frente. Mesmo fazendo isso já sabendo que 20 minutos depois ele irá recuar e tentar amenizar os estragos, este, na mira dele pode ser você.

Então a dica se isso acontecer é seguir alguns passos simples, que com certeza surtirão um efeito muito positivo:

1) Mantenha a calma: serenidade e controle neste momento são fundamentais, partindo-se do princípio que, já basta um descontrolado.

2) Ouça e tente entender a situação: Ouça o que seu chefe está dizendo (mesmo que seja aos gritos), deixe ele expor seu ponto de vista para a situação, antes de iniciar sua réplica.

3) Não aceite ofensas nem falta de respeito: claro que, se houverem ofensas, ou falta de respeito você NÃO DEVE ACEITAR! Porém, existem mil maneiras de impor respeito sem necessariamente ter que partir para a briga ou mesmo para insultos verbais em retribuição, a melhor maneira de se ganhar respeito é ser mais inteligente nas colocações e mesmo no meio do fogo não se alterar, assim você dá o exemplo e foge da contaminação pela ira. Então, se houver desacato, diga: “Desculpe, entendo sua preocupação e desgaste pela situação, porém, nuca lhe faltei com o respeito e exijo ser tratado da mesma maneira. Assim, vou desconsiderar seu comentário e retomamos daqui, ok!?!”

4) Agora sim! Entenda seu chefe: Após ouvir tudo o que ele tinha para falar, dê uma pausa, respire e entenda o ponto de vista dele. Conseguiu compreender? Então agora filtre a informação e antes de se estressar lembre-se do resultado final: Seu chefe vai querer voltar atrás da bronca depois! Pronto, agora é sua vez de mostrar dentro do contexto sua parte na história, se houve um erro, assuma e já leve uma solução. Isso mostra que errar é humano, mas o que vai mostrar que tipo de profissional você é, é a sua capacidade de reparar os danos e resolver os problemas. Agora se estiver certo, tente conduzir a discussão ao entendimento dos fatos e com certeza ele mesmo acabará reconhecendo que errou e se não pedir desculpas, com certeza mostrará muito mais calma e até uma certa admiração pela sua postura, isso é perceptível.

PONTOS FORTES: Saber expor seu ponto de vista e se posicionar diante das mais diversas situações, faz parte de nosso cotidiano. Respeitando e contribuindo com o desenvolvimento de seus superiores e colegas de equipe, ao longo de sua trajetória profissional, você consegue impor respeito e conquistar a confiança e admiração de todos.

ERROS FATAIS: Não conseguir manter seu controle emocional, não separar o lado pessoal do profissional, brigar, expor alguém a uma situação constrangedora ou ter crises de choro são erros fatais para alguém que precisa mostrar maturidade e ganhar a confiança de seus superiores e pares.

Via de regra, vale para todos! Antes de qualquer atitude precipitada, tente ver o lado do outro, analisar as possibilidades e escolher a melhor estratégia para contornar os obstáculos. Com isso, você consegue defender sua posição e manter sua integridade!

Abraços,

Carol Regazzo

ATENÇÃO
Reprodução autorizada desde que mantida a originalidade do texto, mencionando a autora e o link deste blog, comunicando sua utilização através do email: working-on@hotmail.com

Anúncios

2 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Sonhadora
    abr 15, 2012 @ 00:00:38

    Muito bom o post! Estou preparando um artigo sobre chefes e irei mencionar suas palavras, com a devida autoria.

    Abraços e espero sua visita!!

    Responder

  2. Trackback: Os chefes também choram « Estranha Beleza

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: